Skip to main content
criptomoedas

Sete passos para seu dinheiro render com criptomoedas

As criptomoedas podem ser uma ótima opção de investimento. Entenda o que são as moedas virtuais e como investir com segurança nesse novo mundo.

Já se passaram dez anos desde que o bitcoin surgiu e deu início a um futuro em que as moedas não dependem de bancos centrais para existir. De 2008 para cá, dois fenômenos importantes aconteceram: a moeda se valorizou absurdamente – dos iniciais US$ 0,003, hoje 1 bitcoin vale US$ 8.185. Ainda que a cotação tenha dado saltos e tomado tombos, a tendência, em longo prazo, é de crescimento. Quando se consolidar, o bitcoin vai ser tornar um ativo tão valioso quanto o ouro – será o ouro da internet.

O outro fenômeno foi a criação de centenas de criptomoedas. Muitas delas passaram a ser usadas para projetos de financiamento coletivo, outras começaram a revolucionar dezenas de setores da economia. Ou seja: as moedas virtuais são uma tendência inovadora. E tudo nesse universo é muito novo e cheio de oportunidades.

Quer fazer parte do futuro? Então siga estes sete passos para investir com segurança.

  1. Faça a lição de casa: 

    O bitcoin continua sendo a moeda mais comercializada, mas existem muitas opções. Para escolher uma moeda virtual, pesquise seu histórico e sua cotação.

  2. Entenda a tecnologia: 

    Não entre no mundo das moedas cripto só pelo hype. Saiba como elas funcionam, pelo menos o básico – resposta curta: são baseadas em blockchains, cadeias de blocos de dados com criptografia.

  3. Programe-se:

    Investir em criptomoeda não é tão diferente de investir no mundo “real”. É preciso programar quanto você vai colocar, e por quanto tempo e com qual objetivo.

  4. Crie sua carteira digital: 

    É bastante simples abrir uma conta pessoal – em geral, basta informar alguns dados pessoais, como o número do RG, com foto.

  5. Cuide da segurança: 

    De nada adianta a plataforma ser confiável e o blockchain garantir a legitimidade das transações se você compartilhar suas senhas de acesso.

  6. Seja cauteloso: 

    Esse ainda é um mercado que oscila muito. Por isso, sair correndo na primeira baixa, ou tentar sacar o dinheiro quando a cotação subir do dia para a noite, não é nada indicado.

  7. Peça ajuda: 

    Você até pode fazer tudo isso sozinho. Mas existem no mundo, corretoras de confiança, que aumentam a segurança para o investidor e ajudam a atuar de forma eficiente e ágil. Assim você potencializa seus lucros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *