Skip to main content

Tipos de investidores e suas características

Ao decidir fazer investimentos, você deve conhecer muito bem as alternativas de aplicações e a sua atuação. Para tanto, é preciso conhecer os tipos de investidores e identificar qual deles corresponde aos seus interesses.

Ao reconhecer suas características e diferenças, será possível vislumbrar qual é o melhor caminho a seguir. Como resultado, os efeitos tendem a ser otimizados e a segurança também fica ampliada.

Independente do seu perfil, o fato é que conhecê-lo ajudará na conquista de resultados otimizados.

Conheça os tipos de investidores e entenda em qual grupo você se encaixa.

 

Características de cada perfil de investidor

Conservador: é aquele investidor que prioriza a preservação dos seus recursos acima de tudo. Não assume riscos que possam comprometer seu patrimônio, ainda que a rentabilidade seja abaixo da média. É o que menos tolera perdas e falta de liquidez.

Os extremamente conservadores preferem opções tradicionais, como investimentos na renda fixa pré-fixados ou com alta liquidez, como é o caso da poupança.

 Moderado: é o investidor que assume riscos um pouco maiores em busca de rentabilidade superior à média do mercado. Dá importância à segurança. Por isso, busca investir de forma equilibrada em diversas classes de ativos, como renda fixa, ações e fundos multimercados.

Investidores moderados toleram certo risco, como menor liquidez e perdas controladas, mas não abrem mão da preservação do seu patrimônio. Assim, os ativos de risco não ocupam uma grande porção da carteira de investimentos.

São pessoas com um pouco mais de conhecimento sobre o mercado. Elas também têm patrimônio suficiente para diversificar e objetivos de médio e longo prazo, além das metas de curto prazo. Podem destinar parte do patrimônio a ativos com maior volatilidade e menor liquidez.

Agressivo: é aquele investidor com elevado apetite ao risco, ou seja, aqueles dispostos a colocar o dinheiro em opções menos garantidas, mas que podem gerar a maior rentabilidade entre todos os casos.

O investidor agressivo tem um percentual maior da carteira em renda variável do que os moderados. Prioriza a rentabilidade do investimento.

São pessoas que, além de compreenderem o mercado financeiro, têm o desejo de multiplicar o patrimônio no longo prazo.

 

 

pagar com bitcoin

O que eu posso comprar com os meus Bitcoins?

O bitcoin e outras criptomoedas, estão mudando a vida de milhares de pessoas nos mais diferentes aspectos. Carro, viagens, apps: já passam de 11 mil os estabelecimentos que incluem a criptomoeda como forma de pagamento.

Usar moedas virtuais para a aquisição de produtos e serviços começa a ficar cada vez mais comum. Conseqüentemente, carteira no bolso pode se tornar uma raridade no futuro.

Bitcoin

Lista de serviços

A lista de serviços que podem ser pagos em criptomoedas só aumenta.  A Microsoft  vende em bitcoins apps, músicas e jogos de Xbox na sua loja virtual. A Bloomberg.com aceita bitcoin de seus assinantes, e o aplicativo de relacionamento OkCupid libera uma lista de recursos premium em troca das moedas virtuais. Empresas como a Dell já aceitam o pagamento de seus novos aparelhos. Sejam eles PCs comuns, notebooks ou máquinas gamers, e até de acessórios. Basta acessar a loja online da empresa e partir para as compras.

As universidades de Lucerne, na Suíça, e Draper, na Califórnia, aceitam bitcoins no pagamento de suas mensalidades e devem ser seguidas por outras faculdades ao redor do mundo.

No Brasil, é possível encontrar estúdios de fotografia, serviços de informática, clínicas de estética e outros estabelecimentos que já trocam serviços por moedas virtuais.

 

Como funciona?

Para poder desfrutar de cada um dos serviços  disponíveis, você precisará usar o conceito de carteira virtual. Essa carteira virtual pode ser tanto online quanto offline, ainda assim é nela que você guardará todos os seus Bitcoins.

Quando você quer comprar algo na internet usando o Bitcoin, você deverá transferir da sua carteira para a carteira da empresa da qual está comprando o bem ou o serviço. As carteiras são identificadas por códigos formado por letras e números extensos.

Você deverá usar uma casa de câmbio para transferir os Bitcoins, há várias tanto no Brasil, como no exterior. Aí basta acessar a parte de transferir criptomoedas e informar de qual carteira ela vai sair para qual carteria ela vai entrar e pronto. Dependendo da casa de câmbio poderá ser cobrada uma pequena taxa para isso.