Skip to main content

Trader: Entenda o que faz um profissional da área

A denominação trader é utilizada no setor de comércio exterior, pois remete aos responsáveis por negociações de todo tipo. Não por acaso, já que a tradução ao pé da letra é ‘comerciante’. Já no mercado financeiro, define os negociantes que possuem diversas operações ao mesmo tempo, em ativos da renda variável (mais comuns).

Dessa forma, os traders podem chegar a executar centenas de ordens financeiras num mesmo dia no chamado day trade. O objetivo é lucrar com operações, em sua maioria, de curto prazo, e em posições que se beneficiem da volatilidade do mercado de ações, forex, fundos quantitativos, commodities, entre outros.

Seus papéis são de extrema importância nesse cenário. Isso porque são eles quem trazem liquidez e precificam os ativos do mercado.

 

Formação

Não é preciso ter uma formação específica. Você pode ser economista, médico, engenheiro, designer ou professor de filosofia e mesmo assim se tornar um ótimo profissinal. Contudo, conhecer os conceitos de economia e entender o que pode influenciar os preços dos ativos negociados em Bolsa são fundamentais para conseguir ter sucesso neste mercado. Por isso que, apesar dessa flexibilidade, o trader geralmente possui formação em diversos cursos de exatas ou então em administração e economia nas áreas de humanas.

 

Mercado

A partir de 2008, com a entrada dos robôs que arbitram nesse mercado, houve um aumento de liquidez. Isso permitiu ao trader operar com mais capital.

Como o trader ganha tanto na alta quanto na queda dos preços, pouco importa para ele se o mercado financeiro está subindo ou caindo. Se a Bolsa em queda por um lado prejudica investimentos de longo prazo, por outro ela traz muita volatilidade ao mercado, o que é bom para o trader, que consegue mais espaço para especulação.

O trader deve escolher em qual mercado irá atuar. Todos eles possuem características próprias e abrangem um determinado perfil de investidor. Dessa maneira, é preciso conhecer os detalhes para que se possa operar com êxito. As opções são inúmeras! Ações, criptomoedas, forex e mercado futuro.

Quais criptomoedas comprar? Aprenda a analisar

Com o crescimento do mercado de criptomoedas, cada vez mais pessoas estão ganhando muito dinheiro e vendo valorizações astronômicas nos seus investimentos. Mas existem milhares de moedas virtuais diferentes, como saber qual delas você deve comprar? Não existe fórmula mágica, o que existe são procedimentos sensatos que quando seguidos adequadamente, podem gerar ótimos resultados.

 

Entenda a proposta da criptomoeda

Qual o problema que essa criptomoeda está se propondo a resolver? Já sabemos que o Bitcoin se propõe a resolver o problema das transações financeiras, permitindo que cada usuário seja seu próprio banco, sem depender de intermediários, é uma enorme inovação.

É fundamental entender exatamente qual o diferencial da criptomoeda que você está analisando, se existem vantagens, conceitos inovadores, e não apenas isso, mas se esses conceitos fazem sentido e têm potencial de serem utilizados massivamente no futuro.

Para conhecer a proposta, visite o site da moeda, assista os vídeos instrutivos, dê uma analisada (mesmo que seja superficial) no white paper da moeda.

 

Descubra quem é a equipe que está desenvolvendo a criptomoeda

Procure no website pelo “team” da moeda, ou seja, quem são as pessoas que estão por trás do projeto. Geralmente as criptomoedas mostram não apenas os nomes das pessoas, mas também mostram seus perfis, títulos acadêmicos, experiências, etc. Isso é muito importante! Um bom projeto precisa de uma boa equipe.

 

Considere o market cap da moeda

Market cap é o volume financeiro associado à moeda. No site Coinmarketcap você pode descobrir isso facilmente, inclusive comparando com outras criptomoedas.

Market caps grandes significam que a moeda é bastante popular, possuindo muitos investidores. Isso é um sinal positivo por um lado, afinal mostra que mais pessoas estão acreditando no projeto. Por outro lado, é um sinal negativo, pois talvez represente que a moeda tem pouco espaço para crescer e valorizar mais.

Não se iluda investindo em moedas apenas por que elas estão “baratas”. Lembre-se sempre que o mercado não é bobo, se uma moeda está barata deve ser por que não tem muito valor e você pode perder todo o seu capital. Invista primeiro em fundamentos, depois cogite o potencial. Até por que potencial é algo relativo, é possível que uma moeda que esteja em 3º lugar geral em market cap (ou seja, aparentemente já está muito valorizada) cresça ainda muito mais e supere o próprio Bitcoin. Quem irá definir isso são os fundamentos. Então coloque isso em primeiro lugar sempre.

ICO: conheça a modalidade de investimentos que está dominando o mercado

Nos últimos meses, surgiu uma tendência no mundo dos ativos virtuais chamado de ICO (Oferecimento Inicial de Moedas), que é a venda de tokens de determinada empresa, tokens que dão direito a lucros ou descontos em serviços, e é sobre isso que vamos falar.

Uma ICO é a oferta inicial de tokens (moedas digitais) ofertadas por uma empresa, geralmente para angariar fundos e financiar o desenvolvimento do projeto.
Muitas empresas, startups e corporações lançaram suas ICOs nos últimos meses. Só em 2017, o valor arrecado pelas ICOs ao redor do mundo foi de 2 bilhões de dólares.
Um dos grandes diferenciais das ICOs são a praticidade e falta de burocracia. Qualquer pessoa pode investir rapidamente, em menos de uma hora, e talvez até montar um portfólio de tokens digitais a longo prazo.

É recomendado investir em ICO?

Há riscos em investir em ICOs, assim como qualquer investimento. É importante fazer uma análise detalhada da proposta, pesquisar a reputação da empresa e de seus integrantes,e o principal, confiar na proposta da empresa que está oferecendo seus tokens.

As ICOs apresentam um grande potencial de retorno. Para aqueles que querem investir em mercados digitais, ficar só nas grandes moedas pode ser uma limitação.

Segundo o CEO Changpeng Zhao, é muito mais fácil capitalizar uma nova empresa através de uma ICO do que através dos meios tradicionais de levantar capital para uma startup.

Como investir numa ICO?

O passo a passo para investir em uma ICO é, basicamente:

* Fazer o cadastro em qualquer corretora de moedas digitais;
* Efetuar a compra de algum criptoativo;
* Criar sua conta no site do ICO, pegar o ID da Wallet de pagamento e efetuar a transferência.
Assim, logo que a transferência for creditada, seus tokens estarão disponíveis na plataforma.

Para quem se interessou, acesse agora o site da  Exchange e pegue a sua conta gratuita para começar a operar compra e venda de criptomoedas!

Qual é o melhor investimento para 2018?

Poupança, Tesouro Direto, Mercado de Ações e Bitcoin… Qual é o melhor investimento?        O leque de ofertas para o investidor é muito grande e muitos dos novos investidores não tiveram ainda suficiente experiência com o mercado financeiro para tomar decisões. Este é o cenário que mais se repete e pode ser um tanto confuso para você, caso você se enquadre no perfil acima citado. Recentemente, este cenário foi feito ainda mais complexo, pois foi incluída uma nova opção: O Bitcoin, que é a mais forte dentre as moedas virtuais.

Este artigo vai ajudar você a se localizar melhor neste emaranhado de possibilidades, entender um pouco o que é relevante na tomada de decisão sobre este assunto e sugerir o que eu considero ser o mais adequado no momento pela ótica de lucratividade. Veja no segundo e terceiro parágrafo algumas dicas

 

Porque parece bicho de 7 cabeças

O primeiro e mais importante fator a se observar quando se parte do ponto acima citado, é que fazer um investimento é algo extremamente individual, ou seja, você pode obter boas orientações sobre como identificar o melhor investimento, mas no final das contas, somente você é a pessoa capaz de chegar a uma conclusão que o atenderá adequadamente.

Isto é dessa forma pois quando se faz investimento há que se lidar com perguntas como: “Como eu me comportaria diante de uma perda eminente?”, “Se esta perda vier a acontecer, como isto me afeta financeiramente e emocionalmente?”, “De quem é a culpa? Seria de quem me indicou o investimento ou seria minha?”, “Ok, o lucro é alto, mas eu de fato compreendo o risco?”, “Até que ponto eu de fato compreendo que o risco existe?”, …

Cada pessoa terá uma resposta extremamente diferente para cada uma destas perguntas e para mais tantas outras extremamente importantes para a sua melhor decisão. Além disso, o modo como cada uma dessas “variáveis” lhe impacta é algo extremamente subjectivo, portanto muito pessoal.

O que colocar na balança

A orientação dos economistas é que você comece respondendo para si próprio qual é o objetivo do seu investimento.

Exemplos de objetivos são:

  • Acumular determinado valor para comprar um carro
  • Acumular determinado valor para pagar a faculdade do filho
  • Evitar perda gerada pela inflação
  • Guardar para a sua aposentadoria

A segunda coisa é o “horizonte de investimento”. Este termo técnico nada mais é do que o tempo total que se passará desde o início do investimento até o fim. Por exemplo, se você quer comprar um determinado carro daqui a dois anos, o “horizonte” deste investimento será de dois anos. Outro exemplo: Uma pessoa de 35 anos que quer poupar para aposentar-se aos 60. Neste caso, o horizonte do investimento é 25 anos.

Você Sabe o Que é Uma Exchange?

Moedas virtuais, Exchange, Bitcoins, Blockchain, Inexx Club Exchange,. . . você conhece todos estes termos? Sabe o que significa?  Você sabe quem é Satoshi Nakamoto?

A resposta mais provável é não! Entretanto, é provável também que você esteja buscando respostas por ter constantemente ouvido burburinhos acerca da maioria dos termos citados. Além disso, pessoas estão dizendo que você deveria abrir conta numa exchange, comprar moedas virtuais, investir em Bitcoins e alguns dos teus amigos dizem que estão faturando alto com isso. Mas então, o que é tudo isso?

Neste artigo vamos nos concentrar em explicar o papel de uma “exchange” de moeda virtual para não fazer um artigo longo demais. Mas caso você ainda não conheça os outros termos, não se preocupe pois vou brevemente passar por eles, sem entretanto aprofundar nos mesmos.

 

As Moedas, a Blockchain e Satoshi Nakamoto

Em 2009, foi lançado na internet um “white paper” onde havia a descrição de um novo tipo de moeda. Seria uma Moeda Virtual portanto, uma moeda que não poderia ser controlada por nenhuma instituição, e funcionaria baseada em uma nova tecnologia através da qual qualquer indivíduo poderia ser capaz de enviar dinheiro a outro ( e também receber), sem a necessidade  de uma instituição bancária para ditar as regras, com segurança e de forma instantânea.

O autor do documento é conhecido pelo nome Satoshi Nakamoto entretanto, a identidade real do autor continua sendo desconhecida, ou seja, não se sabe quem é esta pessoa. Aliás, pode até ser o caso de Satoshi Nakamoto ser uma instituição ou mesmo apenas um codnome dado por algum governo. Mas o que importa sobre isso tudo é que foi neste momento que os termos acima mencionados começaram a ganhar vida, com exceção do termo Inexx Club Exchange que veio a surgir mais recentemente, sobre o qual explicarei melhor mais abaixo.

Neste momento nasceu então a Moeda Virtual chamada Bitcoin, e a tecnologia mencionada foi nomeada Blockchain. Diferentemente das moedas como o Dollar, o Real, ou o Euro que são reguladas pelos bancos centrais emissores  das mesmas, o Bitcoin não necessita de uma entidade central reguladora. Isso possibilita diversas vantagens principalmente nos quisitos agilidade no processo de envio e recebimento de pagamentos, ausência de burocracia e o envio direto dos Bitcoins de um indivíduo diretamente para o outro o que significava menor custo no envio.

 

As Exchanges

As exchanges são instituições intermediadoras de compra e venda de moedas digitais. Mas espere, se é possível o envio direto, porquê é preciso usar uma intermediadora?  A resposta é simples, você não precisa! Entretanto, há vantagens claras na utilização da intermediação por uma Exchange. A maior vantagem é a segurança e a segunda maior vantagem é a facilidade no processo de efetuar a venda.

Desde a criação da primeira moeda virtual até os dias atuais o número de pessoas se familiarizando com esta revolucionária possibilidade vem aumentando de modo que, atualmente as maiores exchanges movimentam diariamente valores correspondentes a bilhões de dólares através de suas operações.

Sendo mais detalhista, o que uma Exchange como a Inexx Club exchange faz é fornecer uma plataforma, nomeadamente um website (ou aplicativo para smartphones) através da qual quem quer comprar moeda virtual pode fazer isso de uma forma fácil e segura, ao passo que quem quer vender também o faz da mesma forma.

Imagine que você, estando na sua cidade, queira comprar Bitcoin, você poderia por exemplo acessar um site de anúncios e colocar um anúncio dizendo que deseja comprar.  Quando uma pessoa que tenha os Bitcoins disponíveis ver o anúncio esta pessoa entra em contato e informa que vocês podem fazer negócios.

Uma vez acordado o preço, você então pede que a pessoa envie-lhe os Bitcoins, comprometendo-se a enviar-lhe o pagamento tão logo que você tenha recebido os Bitcoins. Entretanto, a pessoa prefere que você dê o primeiro passo, ou seja, a pessoa pede que você envie o dinheiro antes que ela envie os Bitcoins.

Como resolvemos este impasse? Simples, aí está o papel da corretora!  Em vez de ir ao site de anúncios, você simplesmente acessa o site da Exchange e coloca sua ordem de compra. Pela mesma forma a pessoa que deseja vender. O sistema da Exchange identifica que há duas ordens que se “casam” e logo executa as mesmas, ou seja, o seu dinheiro ( não virtual) passa para a conta da pessoa que desejava vender e os Bitcoins passam para a sua conta!  Simples, rápido e seguro!

 

A Inexx Club Exchange

Inexx Club Exchange é uma marca comercial pertencente à empresa Portuguesa PRODIGYBENEFIT, LDA, fundada em  2018 em Portugal.

Totalmente regular e operando segundo os padrões da União Europeia, a Inexx Club  Exchange posiciona-se neste  fabuloso mercado em um momento estratégico, quando as moedas virtuais começam a serem pensadas como algo possível de ser parte do dia-a-dia, deixando clara a oportunidade.

A visão da empresa, é prover um ambiente simples, extremamente robusto e seguro de fácil utilização, mirando em um futuro onde a empresa competirá com os grandes players do setor. A Inexx Club  Exchange conta com a vantagem de ter surgido de uma parceria existente a mais de dois anos entre dois traders profissionais altamente eficientes e suas respectivas equipes de apoio altamente qualificadas.

A Inexx Club Exchange tem seu escritório na Avenida da Liberdade, número 110, Lisboa. O posicionamento foi estrategicamente escolhido de forma a mostrar o comprometimento da empresa com os elevados padrões de qualidade bem como o de demonstrar “a que veio” e isso é algo que salta aos olhos quando se adentra o escritório.

Algo fantástico trazido pela Inexx Exchange, no qual a mesma é pioneira em Portugal, é o cartão de débito, o qual pode-se converter o seu saldo de moedas virtuais para moeda fiduciária facilitando portanto a inserção das moedas virtuais no dia-a-dia dos cidadãos.

 

Visite agora o site da exchange e pegue a sua conta gratuita para começar a operar compra e venda de criptomoedas!